Tuiuti grava bateria de primeira e pisa forte no palco da Cidade do Samba

2332

Vice-campeã em 2018, a Paraíso do Tuiuti pisou forte na Cidade do Samba, na tarde desta terça-feira, para gravar seu samba-enredo que estará no CD oficial do Grupo Especial. O intérprete Celsinho Mody foi o responsável pela base.

“A bateria vem ensaiando há muito tempo e só foi reproduzido aqui o que vinha sendo feito nos ensaios. Foi legal e o resultado foi muito bom. Nosso presidente quase chorou quando ouviu o resultado dessa gravação”, disse Rodrigo Soares, integrante da direção de carnaval.

Mestre Ricardinho comemorou o resultado. O comandante levou a bateria com o andamento de 142 BPM (batidas por minuto). Alceu Maia foi o arranjador da obra.

“Graças a Deus gravamos de primeira. O andamento adotado permite uma leitura mais precisa das peças e só com uma bossa para valorizar esse samba maravilhoso. Eu sempre falo que o menos é mais. A produção do CD elogiou a simplicidade de nossa faixa, trabalhamos em cima da melodia”.

Em seu segundo pela Tuiuti, o cantor Celsinho Mody já está totalmente adaptado ao Rio de Janeiro. A gravação do samba foi feita no tom dó sustenido e teve participação de Laíla, que é o coordenador do CD do Grupo Especial.

“Podem esperar uma faixa muito alegre com um andamento muito gostoso. O samba tem nuances de melodia nordestina, mas com aquela pegada carioca também. Só tenho a agradecer ao presidente Thor por mais essa oportunidade de poder defender uma obra dessa qualidade. Mudamos um pouco o tom, pois o Laíla achou que tínhamos potencial para cantar um pouco acima”, explicou o intérprete.

Comentários