Por Guilherme Ayupp e Magaiver Fernandes

Quem acredita que o desfile histórico do Tuiuti em 2018 foi fogo de palha pode estar cometendo um grande equívoco. Tudo porque a agremiação de São Cristóvão novamente realizou um grande ensaio técnico de rua, deixando a clara sensação de que nos quesitos de pista o trabalho será muito bem feito. Somando-se ao fato de que o barracão produzido por Jack Vasconcelos é um dos mais aguardados do ano, a azul e amarela está sim entre as candidatas ao campeonato de 2019. O ensaio desta segunda-feira, o primeiro de 2019, teve componentes de avenida. Presença da musa Lívia Andrade, que causou um grande alvoroço, longo esquenta com direito a homenagem ao carnaval de São Paulo e um desempenho próximo da perfeição da bateria Supersom. Tudo acompanhado sob o atento olhar de um orgulhoso presidente Renato Thor.

Evolução

O quesito ficou um pouco comprometido no ensaio desta noite devido à presença da musa Lívia Andrade. Se por um lado a beldade engrandeceu o ensaio com a presença de importantes veículos de imprensa e foi muito tietada pelos componentes durante o ensaio. Até a escola conseguir se reorganizar o quesito sofreu. Cabe ressaltar que no dia do desfile é uma situação que não ocorre, pois Lívia terá sua posição definida e sem a aglomeração em sua volta. Apesar disso a espontaneidade e alegria do componente foram facilmente destacáveis.

Harmonia

A comunidade de São Cristóvão e adjacências novamente se destacou no ensaio com um canto firme, linear e constante. As alas já demonstram uma grande afinidade com a obra, destacando todos os trechos com as divisões corretas e o volume adequado. Total entrosamento com o canto do carro de som o que certamente garantirá à escola boas notas novamente no quesito.

Samba-Enredo

O samba que sofreu algumas críticas por uma injusta comparação com a grande composição de 2018, demonstra um grande crescimento a cada ensaio. Celsinho Mody caminha para fazer história no carnaval do Rio de Janeiro. Comanda com maestria a obra muito entrosado com todo o carro de som e a bateria. O samba-enredo tem características mais alegres e bem humoradas e vem sendo muito bem cantado nos ensaios.

Bateria

Uma verdadeira aula de ritmo da Supersom. Mestre Ricardinho alcançou a maturidade profissional e tem a bateria nas mãos. É possível identificar com bastante clareza cada um dos naipes com um swing característico do ritmo de São Cristóvão. Bossas muito bem executadas.

Mestre-Sala e Porta-Bandeira

A evolução de Marlon e Danielle ficou um pouco comprometida no início devido à estonteante presença de Lívia Andrade. Rapidamente a direção de carnaval corrigiu o problema e a dupla pode desempenhar o seu bailado. Os dançarinos não executaram tanta coreografia e usaram o treino mais para a interação com o público que lotou o Campo de São Cristóvão para prestigiar o Tuiuti.

O Paraíso do Tuiuti vai em busca do sonhado título no Grupo Especial em 2019 com o enredo ‘O Salvador da Pátria’. O desenvolvimento é do carnavalesco Jack Vasconcelos. A azul e amarela do bairro imperial será a quinta a desfilar na segunda-feira de carnaval no Sambódromo da Marquês de Sapucaí.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui