A Tom Maior recebeu a comunidade na noite desta quinta-feira para anunciar o enredo para o Carnaval 2023. A escola levará para Avenida no ano que vem “Um Culto às Mães Pretas Ancestrais”, que será desenvolvido pelo carnavalesco Flávio Campello. Judson Sales fez a sinopse.  A agremiação fez uma publicação nas redes sociais. (LEIA AQUI A SINOPSE DO ENREDO DA TOM MAIOR PARA 2023)

“Mãe, entidade suprema que guia nossa jornada. Figura que nos traz tantos significados e representações pela vida afora. Que nos faz sentir acolhidos, amados, ensinados e, também por muitas vezes, feridos. Pois nem sempre compreendemos seus planos e vontades.

A Mãe é no nosso nascimento, como é na origem do mundo. A Mãe é o começo de tudo, apoio de nosso primeiro passo.

Contam os ensinamentos Yorubás que Olodumaré criou o conhecido e o desconhecido, o céu e a terra, o Orum e o Aye. Olodumaré é o Deus supremo. E com a missão de povoar o nosso plano, o plano do Aye, ordena a expedição da criação.

Nela estavam Obatalá, Ogum, Exu e Odu, a primeira mulher. Nossa primeira Mãe preta. A Mãe que carrega a cabaça no ventre, símbolo da fertilidade e da criação. A fartura da terra. A fecundidade da vida”.

No evento, a Tom Maior apresentou o novo casal de mestre-sala e porta-bandeira. Ruhanan Pontes e Ana Paula entram no lugar de Jairo Silva e Simone Gomes.

No último carnaval cantaram ‘O Pequeno Príncipe no Sertão’ com o carnavalesco Flávio Campello, que permanece em 2023.

Comentários