O sábado reuniu um milhão de pessoas nas ruas da cidade. Só o centenário Cordão da Bola Preta levou 630 mil foliões ao Centro do Rio. Outros 57 blocos desfilam até o fim da noite. Pela manhã, muita empolgação com Céu na Terra; Amigos da Onça; Escangalha e Carrossel de Emoções. À tarde, a festa seguiu com Banda de Ipanema e Barbas, na Zona Sul, e o bloco Elymar para Pular, do cantor Elymar Santos, em Ramos, na Zona da Leopoldina.

Na sexta-feira, mesmo debaixo de chuva, quase 70 mil pessoas curtiram os blocos. Eram previstos 22 desfiles, mas por conta da chuva três não saíram. Os destaques da sexta foram o Rola Preguiçosa e Carmelitas que arrastaram 30 mil e 18 mil foliões, respectivamente. À noite, na abertura dos desfiles da série A, sete escolas atravessaram Passarela do Samba e empolgaram o público.

Onze mil turistas desembarcam no Píer Mauá

Este mês, mais de cem mil turistas chegam pelo mar em 12 transatlânticos. Entre os dias 21 e 24, o Rio recebe mais de 27 mil visitantes, sendo 11 mil apenas neste sábado de Carnaval, em quatro embarcações sendo duas delas internacionais (Buenos Aires e Montevidéu). Há previsão de uma injeção de US$ 30 milhões na economia carioca só no mês da folia. Esta já é considerada a melhor temporada de navios internacionais em 20 anos. O Rio é o destino número 1 do país no Carnaval entre os turistas e o mais bem avaliado da América do Sul. A Riotur estima que cerca de 7 milhões de pessoas curtirão a folia na cidade sendo 2 milhões de turistas.

“Esperamos 7 milhões de pessoas circulando nos 50 dias de folia. Até agora, mais de 1.6 milhão de pessoas pularam carnaval na cidade. Isso é maravilhoso para o Rio, comprovando que somos desejo entre os turistas”, ressalta Marcelo Alves, presidente da Riotur.

Comentários