Bruno Rocha é o novo carnavalesco da Unidos de Bangu contratado para seguir com o desenvolvimento do enredo “Memórias de um Griô: a diáspora africana numa idade nada moderna e muito menos contemporânea”, que a escola apresentará na Série A.

O artista teve a primeira experiência num barracão em 2008, quando foi aderecista do Acadêmicos do Cubango. Nos últimos dois anos, ele foi o responsável pelos desfiles do Arame de Ricardo, na Série B, além de já ter passado na Unidos de Aquarius, de Cabo Frio, e no Bloco do China, em Duque de Caxias.

“É uma honra e uma responsabilidade muito grande, mas é a concretização de um sonho. Todo carnavalesco espera ter o seu trabalho reconhecido e vê-lo na Sapucaí. Agradeço o convite da direção da escola e não vou medir esforços para colocar na Avenida um trabalho bonito, feito com muito carinho e que alcance as primeiras colocações”, destaca Bruno.

Oitava colocada em 2018 com o enredo “Do ventre da terra, raízes para o mundo”, a Unidos de Bangu será a terceira escola a cruzar a Marquês de Sapucaí no sábado de carnaval, 22 de fevereiro.

Comentários