Compositores: Gustavo Clarão, Thiago Vaz, Thiago Meiners, Renan Diniz, Claudio Mattos, Thiago Bahiano, Beto Savanna e Celso do Tamanco

Igin Olorun… Orun e Aiyê
Ejê Igbo do ventre nascer
A fé nas raizes em seus rituais
No vento que emana dos meus ancestrais
Rege o tempo, és o fim e o começo
Okun Igi Awá
O povo faz xirê a noite inteira
No tronco da gameleira
Pra louvar meu orixá

Ê Kisselê Iroko ê! Ê Kisselê Iroko a!
“O tempo dá, o tempo tira”…
Meu olhar corre na gira,
Deixo a lágrima rolar
Ê Kisselê Iroko ê! Ê Kisselê Iroko a!
“O tempo passa a folha vira”…
Meu olhar corre na gira,
Deixo a lágrima rolar

Iyá Mi Ajé
Raízes que unem nações
Teus galhos acolhem os ventos de Oyá
As folhas são ervas pra Ossain curar
Na sombra o fim, Yewá recomeço
Perdão se me esqueço do tempo a passar
O arco-íris traz fartura pro amanhã
Frondosa árvore seja a paz de Oxalufã
Segredos de Nanã e Obaluaê
No toque do ogã, o couro vai comer

Bato cabeça, me ajoelho
Pra Iroko abençoar
Branco é o encanto do Ojá
Filha de Santo, sagrado manto
Sou guerreiro mais fiel
Boi vermelho do Ilê Padre Miguel

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui