Compositores: Gustavo Clarão, Thiago Vaz, Thiago Meiners, Renan Diniz, Claudio Mattos, Thiago Bahiano, Beto Savanna e Celso do Tamanco

Igin Olorun… Orun e Aiyê
Ejê Igbo do ventre nascer
A fé nas raizes em seus rituais
No vento que emana dos meus ancestrais
Rege o tempo, és o fim e o começo
Okun Igi Awá
O povo faz xirê a noite inteira
No tronco da gameleira
Pra louvar meu orixá

Ê Kisselê Iroko ê! Ê Kisselê Iroko a!
“O tempo dá, o tempo tira”…
Meu olhar corre na gira,
Deixo a lágrima rolar
Ê Kisselê Iroko ê! Ê Kisselê Iroko a!
“O tempo passa a folha vira”…
Meu olhar corre na gira,
Deixo a lágrima rolar

Iyá Mi Ajé
Raízes que unem nações
Teus galhos acolhem os ventos de Oyá
As folhas são ervas pra Ossain curar
Na sombra o fim, Yewá recomeço
Perdão se me esqueço do tempo a passar
O arco-íris traz fartura pro amanhã
Frondosa árvore seja a paz de Oxalufã
Segredos de Nanã e Obaluaê
No toque do ogã, o couro vai comer

Bato cabeça, me ajoelho
Pra Iroko abençoar
Branco é o encanto do Ojá
Filha de Santo, sagrado manto
Sou guerreiro mais fiel
Boi vermelho do Ilê Padre Miguel

Comentários