A sexta escola a pisar no Sambódromo na segunda noite de desfiles da Série Ouro foi Acadêmicos de Vigário Geral. A agremiação foi bem na parte inicial, mas por conta de dificuldade de locomoção em um dos carros alegóricos, ocasionou em alguns buracos. Dessa forma, pode perder pontos importantes em evolução. Em entrevista ao site CARNAVALESCO, a presidente Betinha falou sobre o desempenho da escola.

Foto: Site CARNAVALESCO

“Fizemos um bom desfile, passamos no tempo, tivemos uns probleminhas, mas deu tudo certo. Ainda pretendo ficar uns dois anos para fazer meu chão, minha bandeira. Nós subimos em 2020 e ainda é recente, mas fizemos um bom desfile para a comunidade”.

O diretor de carnaval Ney Lopes e o coreógrafo da comissão de frente, Handerson Big, que emocionou e foi bastante aplaudido, estavam cientes dos problemas ocorridos, mas fizeram questão de enaltecer a comunidade de Vigário Geral.

Foto: Site CARNAVALESCO

“A escola passou bem diante da proposta, evoluiu bem, cantou e vamos buscar um lugar ao sol. Fiquei satisfeito com o desfile”, declarou Ney Lopes.

“Trabalho entregue. Dentro do que a gente vinha fazendo no grupo e pensando na história para contar, foi isso que trouxemos. Muito satisfeito. Espero boas notas”, disse Big.

Comentários