O vereador Tarcísio Motta (PSOL), presidente da Comissão Especial de Carnaval da Câmara Municipal do Rio, disse em suas redes sociais que está preocupado diversas questões relacionadas ao carnaval, principalmente, a falta do auxílio emergencial prometido pela Prefeitura do Rio aos trabalhadores das escolas de samba, a falta de segurança sanitária para os trabalhadores nos barracões do Grupo Especial e Série Ouro, além do atraso para realização das obras pedida pelos Bombeiros para o Samdódromo da Marquês de Sapucaí.

Foto: Divulgação

“Como vai ficar a promessa de auxílio emergencial feita no início do ano pela prefeitura para os trabalhadores dos barracões? Qual o cronograma? Qual o valor, quem é contemplado, como será feito o repasse? Infelizmente, nenhuma dessas indagações ainda foi respondida de forma concreta”, disse.

O político falou também sobre os barracões. “Debatemos (na audiência pública na sexta-feira) também sobre a responsabilidade da prefeitura na política de segurança sanitária para os trabalhadores dos barracões. Lembrando que a preocupação maior não é a vistoria da Prefeitura e sim que ela possa trabalhar de forma efetiva para melhorar a segurança sanitária destes locais – com testagem, campanha de vacinação nos barracões, distribuição de EPIs e etc. Além das perspectivas para as obras na Cidade do Samba e a construção da Cidade do Samba II, prometida pelo prefeito”.

Segundo a Prefeitura do Rio, pela primeira vez na história, o Sambódromo terá certificado definitivo do Corpo de Bombeiros. “A notícia parece boa, mas nos preocupa o prazo de 90 dias para realização de obras tão necessárias e como isso poderia impactar nos ensaios técnicos”, finalizou Tarcísio Motta.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.