A campeã do Prêmio Estrela do Carnaval em 2020 por pouco não se consagrou também campeã do carnaval de São Paulo. Apenas um décimo impediu a Mancha Verde de conquistar o bicampeonato. Com exceção dos quesitos comissão de frente, onde tirou 29,9 e evolução, também com 29,9 a escola gabaritou todos os demais quesitos.

Satisfeito com a segunda colocação, o carnavalesco Jorge Freitas conversou com nossa equipe e analisou o julgamento.

“Acho que deu pra ver que os critérios de julgamento estão bem acirrados. Os jurados julgaram mesmo. Até ano passado, algumas pessoas achavam que alguns módulos não tirariam nota. Esse ano, os julgadores mostraram que tudo foi feito em cima do treinamento e critério de julgamento. A Águia de Ouro está de parabéns pelo título, e a Mancha de parabéns pelo desfile. Fizemos um grande carnaval e por 0,1 não fomos campeões. Vamos reerguer a cabeça e preparar para 2021 um carnaval ainda maior”, afirmou Jorge.

Jorge Freitas ainda aproveitou para agradecer a equipe do site CARNAVALESCO pelos prêmios de desfile do ano, comissão de frente, mestre-sala e porta-bandeira e conjunto de fantasias.

“Agradeço ao site pelos prêmios. Gabaritamos aqui também no módulo visual. Agora é descansar e pensar no próximo projeto. O desse ano foi muito cansativo porque houve um comprometimento muito grande de todos segmentos. Parabenizo toda comunidade pelo espetáculo apresentado no Anhembi”, concluiu.

Com o enredo “Pai! Perdoai, eles não sabem o que fazem”, a Mancha Verde foi a quarta escola a desfilar no Anhembi na primeira noite de carnaval.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui