A Vila Isabel, por meio de suas redes sociais, se posicionou após a apresentadora Vera Magalhães, do programa “Roda Viva”, da TV Cultura, indagar Martinho da Vila sobre a participação de milícias no carnaval e twittar sobre o caso.

Confira na íntegra a nota da escola:

“O GRES Unidos de Vila Isabel repudia com veemência o ato desatinado e desrespeitoso da jornalista Vera Magalhães, no programa “Roda Viva” da TV Cultura, diante de nosso Presidente de honra e grande baluarte, Martinho da Vila, submetido ao questionamento de um suposto envolvimento de milicianos com a escola que carrega no nome.

Ícone da música brasileira e um dos grandes nomes da nossa cultura, Martinho será homenageado como tema do próximo enredo que a agremiação levará à Marquês de Sapucaí. É leviano e deseducado impor ao artista, com toda sua história, a pergunta que embute especulação e suspeita delirantes.
A jornalista foi insensível, causando tristeza e indignação aos telespectadores, fãs e vilisabelenses.

A diretora da azul e branca reitera que em tempos tão obscuros, as escolas de samba se mantêm como a maior manifestação cultural do Brasil, geradora de desenvolvimento social, econômico e humano. A melhor e mais profunda forma de apresentar nosso país.

Martinho, produtivo aos 83 anos, merece ser celebrado por sua arte múltipla, em músicas, telas e livros. Gênios com ele ajudam nosso povo a cruzar períodos difíceis como o atual, mantendo viva a beleza e a crença em dias melhores”.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.