Por Lucas Gomes

Repetindo o feito da Unidos da Tijuca, que no primeiro dia de desfiles se destacou pelo tamanho das alegorias, a Vila Isabel trouxe para 2019, um conjunto alegórico impressionante. Diferente de 2018, com Paulo Barros como carnavalesco, em que a escola de Noel apostou em alegorias mais criativas e tecnológicas. Já no abre-alas, três estruturas acopladas formavam a primeira alegoria que tinha de largura cerca de 60 metros e representava as carruagens reais e a religiosidade sediada na Catedral de São Pedro na cidade Serrana homenageada no enredo.

Depois de nos últimos anos, receber algumas críticas por conta das alegorias, a Vila aproveitou o tema sobre a cidade de Petrópolis que abrigou a realeza do imperador, para caprichar no luxo e no uso de dourado. Para o integrante da velha guarda da escola, Sator Alencar, as alegorias estão completamente inseridas no enredo e o tamanho não é menos do que a tradição do “povo do samba” pede.

“A Vila Isabel é tradicionalíssima nisso, e viemos para brigar pelo título. Vila Isabel é isso, é imponente, grandiosa. E além dos tamanhos, eu achei os carros mais claros, objetivos, mais dentro do enredo. Eles realmente apontam o que foi a realeza em Petrópolis”.

O estreante Fabrício Marfon veio na terceira alegoria “Nos trilhos da Modernidade”, que representa o pioneirismo da cidade na construção de ferrovias. Para Fabrício, o tamanho do conjunto alegórico tem muita relação com as características do artista que projetou o desfile.

“Até pelo carnavalesco, a Vila está mais luxuosa. O Jack Vasconcelos é um carnavalesco que cuida muito dos detalhes, da elegância, do chique. E as fantasias estão super leves. E é isso que o público quer, sair daqui impressionado”.

Não só impressionante em largura, mas com algumas alegorias se destacando também em altura, o segundo carro que representou o “Paraíso coroado” citando os índios que predestinam a terra a ser guardiões da coroa, impressionou Clara Paixão, uma das componentes .

“Eu achei o carro bem grande. Nós fizemos um teste antes, e eu achei bem alto. Ele vem com água em cima e “tá” muito bonito. Graças a Deus que não choveu. As fantasias das alegorias também estão muito bonitas. Muita gente pediu pra tirar foto.”

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.