O ensaio desta terça-feira, na quadra da Viradouro, em Niterói, teve um atrativo a mais. A apresentação oficial da segunda musa da escola, Lore Improta, que está reassumindo o posto na vermelho e branco. A apresentadora e dançarina fez sua estreia no Carnaval carioca no desfile de 2018. Em 2019, ela não pôde estar no Sambódromo do Rio, por conta do projeto infantil que estava sendo lançado e que exigiu a presença dela nos dias de folia em Salvador.

A baiana é a segunda musa da escola para 2020, dividindo o título com a também dançarina Luana Bandeira, assistente de palco do Caldeirão do Huck e que vai para o terceiro desfile consecutivo na atual vice-campeã no Carnaval carioca.

O presidente Marcelinho Calil festeja o retorno de Lore ao elenco da Viradouro.

“A escola é criteriosa nas escolhas e procura trazer pessoas que agreguem, que além de gostarem, respeitem a instituição, interajam com a comunidade e entendam o sentido do carnaval, e da importância cultural da festa. Ela reúne isso tudo, por isso está de volta”, afirmou o dirigente na noite de festa.

A musa que está reassumindo o posto conta que até hoje não consegue traduzir fielmente o que sentiu quando pisou na Avenida pela primeira vez.

“Eu precisava voltar pra Viradouro. Com esse enredo e com esse samba de 2020, eu não podia ficar de fora. Tô muito feliz e orgulhosa. Até hoje, quando me perguntam como foi o desfile de 2018, eu nem sei descrever direito pras pessoas o que eu senti naquele momento. Tô muito feliz e agradecida à escola pelo convite”, comemora Lore, que, foi saudada pela comunidade e recebida por Luana Bandeira e pela rainha de bateria Raissa Machado.

A Viradouro será a segunda a desfilar no Domingo de Carnaval, com o enredo “Viradouro de alma lavada”, inspirado nos cânticos seculares das Ganhadeiras de Itapuã.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui