Por Philipe Rabelo

O site CARNAVALESCO abre uma série de matérias com as rainhas de bateria do Grupo Especial. A primeira é Viviane Araújo, a rainha de bateria do Salgueiro. Chamada de rainha das rainhas, ela já está à frente da bateria do Salgueiro há 12 carnavais ininterruptos.

“Eu tive minha passagem por outras escolas, mas quando eu cheguei no Salgueiro foi algo que renasceu, foi diferente, foi aquela coisa que encaixa”, explicou.

A atriz também contou que se sente totalmente realizada por ter conquistado o próprio espaço no carnaval. Além disso, ela se diz honrada em ver que se tornou uma referência e fala de quem a inspirou anos atrás.

“Quando eu via a Luma de Oliveira, eu via a minha referência. Ela tem um brilho, um carisma que é dela. Você ser uma rainha é algo diferente, é algo que transcende tudo e a Luma passava isso. Eu lembro que a via e ficava vidrada pelo que ela representava, pelo carisma e pelo que ela demonstrava naquele momento de estar ali na Avenida, isso me emocionava de verdade e ela é uma inspiração para mim”, revelou.

Na escolha do samba-enredo do Salgueiro para o Carnaval 2020, em outubro, vestida de palhacinha, Viviane Araújo sambou, tocou tamborim e, como de costume, encantou o público. O convite para participar da apresentação, que precedeu a escolha do samba, foi aceito por Viviane de pronto.

“Salgueiro é minha vida, minha paixão e quando falaram que a gente ia fazer um espetáculo e me perguntaram se eu topava, eu disse lógico, eu tô junto com vocês”, contou.

Questionada sobre já ter pensado em largar o posto de rainha de bateria, Viviane foi taxativa.

“Eu sei que esse dia vai chegar, não sei quando, mas eu sei que quando chegar eu vou estar preparada”, explicou.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui