Por Victor Amacio. Fotos: Allan Duffes e Nelson Malfacini

Reeditando o enredo de 1981, “O teu cabelo não nega”, a Imperatriz Leopoldinense fez um grande desfile porém teve problemas na iluminação do abre-alas e do segundo carro. Na luta pelo título de campeã do carnaval e o retorno ao Grupo Especial a escola fez o melhor desfile da Série A. Fazendo uma arrancada arrebatadora a escola entrou com os pés firmes na Sapucaí. O casal de mestre-sala e porta-bandeira se destacou com uma fantasia belíssima e com uma dança impecável. Mesmo com os problemas de iluminação, as alegorias estavam lindas e com um acabamento impecável. O canto da comunidade gresilense foi extremamente forte, a agremiação mostrou a vontade de retornar para o principal grupo do carnaval. O samba, já conhecido pela comunidade, foi o ponto alto da escola, favoreceu o canto e empolgou a Sapucaí.

Comissão de frente

O casal de coreógrafos Hélio e Beth Bejani trouxe na comissão a representação dos antigos carnavais com bonecões de bate-bolas. Durante a apresentação de dentro desses bonecos saiam malandros com guardas-chuvas. O ponto alto ficou por conta da surpresa, que foi a revelação de uma passista que arrancou aplausos de quem assistia. Bem dançada e sem erros a comissão desempenhou bem o papel proposto.

Mestre-sala e Porta-bandeira

O casal desfilou com uma fantasia de Arlequim e Colombina com uma beleza impressionante. Exalando sintonia e passos bem sincronizados Thiaguinho e Rafaela provaram que estão em alto nível de dança e o tempo juntos é positivo para evolução como casal. Completando dez carnavais defendendo o pavilhão da escola, Rafaela dançou com leveza sem deixar a garra de lado.

Harmonia

O canto da escola impressionou pela sua força. Os componentes pisaram firme na Sapucaí e cantaram a reedição a plenos pulmões. O carro de som com Arthur Franco e Preto Joia fez uma boa apresentação e somados com a bateria de mestre Lolo elevaram o nível do canto, que passou muito bem por toda Sapucaí.

Enredo

Reeditando o carnaval de 1981, homenageando o compositor Lamartine Babo, a escola desenvolveu o desfile em três setores. O primeiro sendo um convite para o público embarcar no desfile. O abre-alas representava um trem da alegria e ficou clara a proposta. Leandro desenvolveu um desfile popular e de fácil leitura, tanto os carros quanto as alas permitiam um entendimento rápido. O segundo setor passou pelas composições de memoráveis de Lamartine, destaque para as alas que retratavam os times de futebol. Fechando o desfile um verdadeiro baile de carnaval com malandros, bate-bolas e colombinas.

Evolução

Evoluindo de forma correta, sem correria ou lentidão, a escola fez as pausas para as apresentações dos quesitos e passou evoluindo e se divertindo. O público foi contagiado pela alegria da escola e respondeu cantando o samba. Foi um dos pontos altos do desfile, foi possível ver componentes interagindo com o público das frisas e, desta forma animando quem assistia.

Samba-Enredo

Um dos grandes sucessos da história da escola, o samba-enredo foi um dos destaques do desfile. Curto e de fácil aprendizado, o refrão funcionou muito bem sendo o ápice do canto. “Quem dera que a vida fosse assim…” foi outro momento em que a comunidade gritou o samba. Lavaram a alma e provaram a grandiosidade da escola.

Fantasias

Sem duvidas foram as fantasias mais bonitas que cruzaram a Marquês de Sapucaí e além de beleza conseguiram explicar o enredo para quem assistia. O carnavalesco Leandro Vieira desempenhou bem a função e entregou um conjunto de fantasias funcionais e leves, permitindo a evolução da comunidade. Destaque para a fantasia das baianas da escola e segundo casal que impressionaram pela beleza estética.

Alegorias

Um dos melhores conjuntos alegóricos apresentados até o momento, criativo e comunicando bem com o público as alegorias foram um dos destaques do desfile. O abre-alas passou em alguns pontos com a parte traseira apagada, como na segunda e na terceira cabine dos jurados. O problema com iluminação pode despontuar a agremiação que passou também com segundo carro piscando na avenida e nos módulos 2 e 3 totalmente apagados.

Comentários