Por Gabriella Souza

O estado de graça do componente tijucano tem motivos. A expectativa para o carnaval 2020 parece estar altíssima com a volta do carnavalesco Paulo Barros, que já fez história na agremiação. Após a sétima colocação no carnaval de 2019, a comunidade da Unidos da Tijuca não desanimou, muito pelo contrário, como diz a esperançosa Leila Rinaldi que desfila na ala de número vinte da escola.

“Eu acho que esse enredo escolhido é a cara do Paulo Barros, acredito que vem muita coisa boa aí. O que sei é que as primeiras alas têm efeitos coreográficos, um ponto que ele desenvolve muito bem. Já trabalhou muito tempo com a gente, confiamos, ele sempre se dedica bastante. Estou bem ansiosa para ver as fantasias, mas só na hora do desfile mesmo”.

Paulo Barros chegou na Tijuca em 2004 já conquistando o vice-campeonato, através de um enredo que falava dos avanços da ciência. Ele inovou ao proporcionar uma estética com alegorias humanas. Seu trabalho foi notado pela Revista Nature, que destacou a alegoria, cuja atração era a presença de bailarinos que formavam uma espiral representando o DNA, através de seus movimentos.

Fernando Costa, diretor de carnaval da escola, adianta que as fantasias e alegorias já estão sendo reproduzidas através do planejamento e da criação de Paulo Barros. Neste ano contará com a parceria dos carnavalescos Marcus Paulo e Hélcio Paim.

“Adorei essa volta, sou muito fã dele. É um excelente profissional, tem um carisma e uma identidade muito grande com a escola . A volta também influencia na autoestima dos componentes, o pessoal já fica na expectativa do ‘vamos ganhar’, já que por acaso os últimos três títulos foram todos com ele. A escola pega um outro astral”, disse Costa.

Alex Marcelino e Raphaela Caboclo, primeiro casal de mestre-sala e porta-bandeira também projetam expectativa e sucesso no trabalho do carnavalesco. O que fica é o mistério sobre as fantasias. Mas prometem que tudo está saindo como o idealizado por eles.

“O Paulo tem a cara da Tijuca, já fez grandes carnavais aqui. Podemos dizer, a escola o revelou para o carnaval. Sobre as fantasias, ele foi muito generoso conosco e conseguimos alinhar os traços dele com os nossos gostos. Estamos todos felizes, o
projeto está incrível e o público pode esperar um grande desfile ao nível de Paulo Barros”, destaca a porta-bandeira.

“É sempre um prazer trabalhar com o Paulo. A expectativa é muito grande de realizarmos um bom carnaval, toda a diretoria está se empenhando, presidência, nossa comissão. Eu e a Raphaela temos ensaiado muito e esperamos proporcionar um grande carnaval na Avenida e lutar pelo campeonato”, completa Marcelino.

A história de Paulo Barros e Unidos da Tijuca se confundem e proporcionam uma união ideal, como diz Júlio Neves, passista da escola.

“Paulo Barros e Unidos da Tijuca é um casamento que a gente sabe que acontece. Estamos com um projeto muito bacana, a escola está com um samba que casou com a comunidade, bateria está gostosa, samba está para frente, empolgante. Temos tudo para fazermos um belo desfile na Sapucaí”.

Mestre Casagrande também rasga elogios para o trabalho de Paulo Barros.

“A expectativa é muito grande. Já trabalhamos com o Paulo, é aquele artista que a gente considera ser da casa. A fantasia que ele nos deu de presente é funcional, muito leve, gostamos. Sempre esperamos muito do Paulo”.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui