O intérprete da Unidos da Tijuca, Wantuir Oliveira, fez uma publicação em suas redes sociais, na noite de sexta-feira, sobre o desamparo que os profissionais das escolas de samba estão sofrendo. Já passamos de um ano de pandemia da Covid-19 e até agora nenhum auxílio concreto para quem produz o maior espetáculo da terra, apenas promessas e promessas.

“Estou me sentindo desprestigiado. Profissional do carnaval há mais de 30 anos sem auxílio, sem Rouanet e sem lei Aldir Blanc. Sem salários eu e mais uns cem profissionais só aqui no Brasil que participam da maior festa a céu aberto do mundo, as vésperas de um feriado forçado”, disse.

O intérprete contou que procurou uma solução para sobreviver. Ele está vendendo quentinhas.

“Estou trabalhando entregando as comidas feitas aqui em casa e vou parar por 10 dias. Aonde vamos parar como vamos cumprir nossos compromissos, mas acima de tudo esperançoso de que tudo vai melhorar Deus e Nossa Aparecida no controle vamos que vamos”.

Outros profissionais do carnaval comentaram na publicação do cantor tijucano

“Minha solidariedade e apoio! Politicagem e campanha eleitoral em plena pandemia, onde brincam com a população e seus anseios. Pedindo e rezando a Deus que a vacina contemple a todos o quanto antes . Fé em Deus e na ciência o resto é lacre! Tmj meu amigo” – intérprete Zé Paulo Sierra.

“O que me deixa mais perplexo é a total falta de apoio e empatia. Somos artistas de uma festa que não tá nem aí pra gente…” – intérprete Leonardo Bessa.

“Mano, eu também estou neste mesmo patamar… tenho um empreendimento que estou trabalhando no grito e agora parando tudo, ta muito complicado!” – intérprete Pixulé.

“Já era seu fã tio pelo grande cantor que é, agora com essas palavras ainda mais fã da sua pessoa tbm, é isso ai, vamos correndo atrás da forma que podemos ja que o valor não temos. Forte abraço se cuida tmj” – intérprete Tem-Tem Jr.

Estou me sentindo despretigiado profissional do carnaval a mais de 30 anos sem auxílio sem Ruanet sem lei Aldit Blanc…

Publicado por Wantuir Oliveira em Sexta-feira, 26 de março de 2021

Comentários